A Igreja Católica

 

A Igreja Católica, chamada também de Igreja Católica Romana  e Igreja Católica Apostólica Romana, é uma Igreja cristã com aproximadamente dois mil anos, colocada sob a autoridade suprema do Papa, Bispo de Roma e sucessor do apóstolo Pedro. Seu objetivo é a conversão ao ensinamento e à pessoa de Jesus Cristo em vista do Reino de Deus. Para este fim, ela administra os sacramentos e prega o Evangelho de Jesus Cristo. Atua em programas sociais e instituições em todo o mundo, incluindo escolas, universidades, hospitais e abrigos, bem como administra outras instituições de caridade, que ajudam famílias, pobres, idosos e doentes.

Ela não pensa como uma Igreja entre outras mas como a Igreja estabelecida por Deus para salvar todos os homens. Esta ideia é visível logo no seu nome: o termo "católico" significa universal em grego. Ela elaborou sua doutrina ao longo dos concílios a partir da Bíblia, comentados pelos pais e pelos doutores da Igreja. Ela propõe uma vida espiritual e uma regra de vida aos seus fiéis inspirada no Evangelho e definidas de maneira precisa. Regida pelo Código de Direito Canónico, ela se compõe, além da sua muita bem conhecida hierarquia ascendente que vai desde o simples diácono ao supremo Papa, de vários movimentos apostólicos, que comportam notadamente as ordens religiosas, os institutos seculares e uma ampla diversidade de organizações e movimentos de leigos.

Desde o dia 19 de Abril de 2005, a Igreja Católica é liderada pelo Papa Bento XVI. Nesse mesmo ano, ela contava aproximadamente com 1115 milhões de membros (ou seja, mais de um sexto da população mundial e mais da metade de todos os cristãos), distribuídos principalmente na Europa e nas Américas mas também noutras regiões do mundo. Sua influência na História do pensamento bem como sobre a História da arte é considerável, notadamente na Europa.

A Igreja Católica, pretendendo respeitar a cultura e a tradição dos seus fiéis, é por isso atualmente constituída por 23 Igrejas autônomas sui juris.

Embora não seja algo conhecido amplamente no Brasil e no Ocidente, a Igreja Católica Apostólica Romana não é só a Igreja de Rito Romano, mas é uma comunhão de 23 Igrejas: uma Ocidental e 22 Orientais. Ora, “Igreja”, em uma das 4 acepções possíveis, significa uma união de dioceses da mesma tradição cultural – o que, no caso, engloba diferentes aspectos como liturgia, espiritualidade, teologia, disciplina e organização. A soma de todas as dioceses do Ocidente, do Rio de Janeiro, de São Paulo, de Washington, de Paris, etc, formam a Igreja Latina, que celebra de modo geral em rito latino (ou romano). Mas já no Oriente, suas diferentes dioceses não podem ser resumidas em um só todo, existindo 22 igrejas católicas orientais, celebrando em 1 dos 6 ritos orientais existentes.

Os Códigos Canônicos chamam as 23 igrejas que compõem a Igreja Católica de igrejas “sui juris”, ou seja, igrejas autônomas, que podem legislar sobre tudo que lhe é próprio, como sobre seu rito e sua disciplina, mas não sobre o que é universal a todas, que são os dogmas. Quem faz tradicionalmente essa legislação de uma igreja “sui juris” é o seu respectivo Sínodo, ou seja, a reunião de seus bispos, sob a chefia de seu Patriarca ou de seu Arcebispo-maior (títulos entre os quais há pouca diferença prática).

A Igreja Melquita é chefiada por Sua Beatitude o Patriarca Gregório III, e a Igreja Ucraniana, presente igualmente aqui no Brasil, de forma predominante no Sul, por Sua Beatitude o Arcebispo-Maior Dom Sviatoslav Shevchuk. O Patriarca da Igreja Latina é S.S. o Papa Bento XVI, embora seu papel se confunda com o de líder da Igreja Católica. Apesar disso, Igreja Católica não se confunde, nem pode se confundir com Igreja Latina, embora isso tenha acontecido por muito tempo na história, causando sérios prejuízos aos católicos orientais.

Só  no Concílio Vaticano II, todos os ritos da Igreja Católica foram considerados com a mesma dignidade. Antes, muitos consideravam o Romano superior aos demais. Os orientais eram meramente tolerados.

todas elas em comunhão completa e subordinadas ao Papa. Estas Igrejas, apesar de terem a mesma doutrina e fé, possuem uma tradição cultural, histórica, teológica e litúrgica diferentes e uma estrutura e organização territorial separadas. A Igreja Católica é muitas vezes confundida com a Igreja Católica Latina, uma das suas 23 Igrejas autónomas e a maior de todas elas.

left|left tsN fwR c15s center|left show fwB c15s center|c10|||news c10 c05 fwR tsY b01 b02 bsd|b01 c05 normalcase uppercase bsd|b01 normalcase fwR c10 tsY bsd|news login c05 b01 normalcase uppercase bsd|c05 tsN normalcase b01 b02 uppercase bsd|b01 c05 normalcase uppercase tsY bsd|||